------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
REVOLUCIONÁRIO DOS GRAVES
David Hepner
 Stanley Clarke nunca se conformou em restringir o baixo somente à função de apoio. Seu desejo era que o instrumento deixasse a situação de coadjuvante e assumisse uma posição de destaque. Foi o que ele e Jaco Pastorius conseguiram, dois grandes revolucionários do baixo. Depois deles, as gerações seguintes passaram a olhar o instrumento como muito mais do que uma ferramenta de apoio. Não deixe de ler a entrevista que Clarke concedeu ao repórter Guilherme Zanini, porque sempre há muitos ensinamentos nas palavras dos grandes gênios, e Stanley é um deles. De quebra, Fernando Tavares elaborou uma lição especial que ilustra o estilo do baixista.

- John Myung é baixista do Dream Theater, uma das bandas mais técnicas do planeta. Portanto, suas linhas devem acompanhar a complexidade das composições do grupo de prog metal. O Dream Theater lançou em 2011 o álbum A Dramatic Turn of Events, no qual, como nos discos anteriores, Myung mostra sua impressionante destreza no contrabaixo. Confira a entrevista e lição que publicamos nesta edição. 

- Tommy Sims é um cara discreto. Mesmo já tendo trabalhado com astros como Bruce Springsteen, Bonnie Raitt, Sheryl Crow, entre outros, recebido diversos prêmios e até composto um hit inesquecível, Change the World, a modéstia sempre fala mais alto para Sims. Este mês, Bass Player dá a ele o destaque que tanto merece.

- Na seção Bê-á-bass, Fernando Tavares destrinchou as linhas de Jack Bruce em Sunshine of Your Love, do Cream. Aproveite ainda as ótimas aulas de Augusto Albuquerque, Felipe Andreoli, Gê Côrtes e Rafael Francischangelis.

- Na seção Soundroom, leia os testes dos baixos Warwick Robert Trujillo, do amplificador Fender Bronco 40, dos pedais Markbass Distorsore, Compressore e Super Synth e das cordas D’Addario Nylon Tapewound XL e EXP Reds. Na transcrição deste mês, a linha do baixista Liminha em Fullgás, de Marina Lima. Divirta-se!

Matéria completa na Revista Bass Player 7/Abril de 2012.
Para adquirir seu exemplar clique aqui.

[VOLTAR]
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
LEIA TAMBÉM
Mentalidade hermética (27/03/2017)
Músico criticar preconceito com preconceito é inadmissível, ponto contra! Embora não seja mais um ... VEJA MAIS
Diletantismo (07/02/2017)
Numa tarde, há algumas semanas, encontrei o exemplar de um livro meu em um sebo. Aquilo me encheu de alegria. Por mais que ... VEJA MAIS
Comova-se! (23/12/2016)
A falta é um buraco que não se preenche. E não me refiro à falta de algum produto, de um objeto ou um ... VEJA MAIS
Ofício e sacrifício (23/11/2016)
Até onde ou quanto você está disposto a seguir pelo seu ideal? Essa pergunta tem me perseguido bastante ... VEJA MAIS
Teoria da ebulição (19/10/2016)
Enquanto vivemos uma feira aberta de ódio, em que se trocam ofensas, intolerâncias e preconceitos com tesão, ... VEJA MAIS
Patience (14/09/2016)
Recebi a mensagem de um leitor perguntando o que achei da volta de Duff McKagan e Slash ao Guns N’ Roses. A resposta foi a ... VEJA MAIS
 
 



Coloque o seu estudo em dia!






Assinaturas | Contato | RSS | Bass Player U.S |
© Copyright . 1996 . 2011 | BASSPLAYER.COM.BR - MELODY EDITORA | Todos os direitos reservados | Site desenvolvivo por Gustavo Sazes | Abstrata.net