Publicado em:
30/10/2014
Improvisação: grupos melódicos   (Zuzo Moussawer)

Zuzo Moussawer é graduado na Berklee College of Music, tem carreira solo e toca em diversos projetos de jazz e rock. Dá aulas em Santos (SP) e aulas on-line pelo Skype para todo o Brasil. Baixe seus CDs solo gratuitamente em: www.zuzo.com.br
 
Esta é a última coluna da série sobre improvisação em que abordo as sobreposições (uso de escalas e arpejos com notas não comuns ao tom – outsides). Nesta edição, falarei a respeito de grupos melódicos e da sua utilização em “re-harmonizações”. Na re-harmonização, músicos fazem outras harmonias no lugar das tradicionais, ao passo que os demais instrumentistas mantêm-se nas tradicionais. É um conceito aplicado amplamente no jazz, por quem toca os acordes em acompanhamentos e até em walking bass, e também por diversos improvisadores em solos. Usamos a ideia de cadências que substituem cadências comuns, como IIm7-V7-I. Por exemplo, em vez de // Dm7 / G7 / Cmaj7, podemos abordar // Em7 A7 / Dm7 G7 / Cmaj7 // ou então // Am7 D7 / Abm7 Db7 / Cmaj7 //. Essas duas possibilidades aparecem na música Blues for Alice, de Charlie Parker, e serão detalhadas adiante. Na maioria dos casos, utilizam-se dois acordes por compassos nessas re-harmonizações. A mudança rápida e constante de acordes “amarraria” o improviso, se usássemos escalas. E são em situações assim que aplicamos os grupos melódicos – sequências específicas de intervalos com notas do acorde + tensões. Costumam-se trabalhar quatro intervalos por acorde, já que normalmente cada acorde é feito em meio compasso (dois tempos num 4/4). Todos os grupos melódicos descritos a seguir são executados em colcheias de swing feel (duas colcheias da partitura soam uma nota de 2/3 e outra de 1/3 de tempo, respectivamente). Pode-se também variar a rítmica desses grupos de notas para o fraseado soar menos mecânico. Pense nas notas apenas como os caminhos possíveis entre elas. Exercite a variedade rítmica mudando as durações das notas. Ainda assim, sugiro tocar notas contínuas, evitando repousar ou enfatizar alguma específica do grupo melódico.
Veja a matéria completa na Guitar Player nº 38
VEJA TAMBÉM
So What (Miles Davis): melodia + walking bass ( 27/03/2017 )
iles Davis é, sem dúvida, um dos maiores ícones da música norte-americana em todos os tempos. Esse genial trompetista, que fez história ao se tornar precursor de vários movimentos dentro do jazz – do ...
LER A MATÉRIA
Improvisação: escala alterada sobre acorde dominante ( 27/03/2017 )
Olá, pessoal! Tudo bem? Como vão os estudos de improvisação? Sigamos com o nosso tema!  
LER A MATÉRIA
Double pop em cordas diferentes ( 27/03/2017 )
Olá, baixistas! Antes de passar os exercícios deste mês, vamos relembrar a Bass Player n° 51 (dezembro/2015), em que estudamos double pop. Naquela edição, treinamos double pop apenas em uma corda, conforme o ...
LER A MATÉRIA
Rage Against the Machine: Bombtrack ( 27/03/2017 )
O Rage Against the Machine foi uma das bandas mais influentes e polêmicas dos anos 1990. Criado em 1991, o grupo foi formado por Zack de la Rocha (vocal), Tim Commerford (baixo, backing vocals), Tom Morello (guitarra) e Brad Wilk (bateria). O ...
LER A MATÉRIA
Improvisação sobre Im7 – V7 ( 07/02/2017 )
Olá, pessoal! Tudo bem? Como vão os estudos? Dando continuidade ao nosso assunto, veremos aqui uma sequência harmônica muito comum: Im7 – V7. Essa cadência harmônica é uma típica ...
LER A MATÉRIA
Straight No Chaser (Thelonious Monk): melodia + walking bass ( 07/02/2017 )
A obra do pianista Thelonious Monk, falecido em 1982, é uma das mais admiráveis dentro do jazz norte-americano. Seu estilo inconfundível de composição inspira músicos que até os dias de hoje fazem ...
LER A MATÉRIA
Slap: thumb/pop/thumb ( 07/02/2017 )
E aí, galera dos graves! Nesta coluna, vamos praticar o slap com o “trio” thumb/pop/thumb. Em todos os exercícios utilizaremos a semicolcheia (quatro notas por tempo) como base rítmica, sendo que a segunda ...
LER A MATÉRIA
Red Hot Chili Peppers: The Getaway ( 07/02/2017 )
Após um hiato de cinco anos sem lançar um novo álbum, o Red Hot Chili Peppers volta à cena com um ótimo disco, The Getaway (2016). Para esse registro, além do novo guitarrista, Josh Klinghoffer, o produtor ...
LER A MATÉRIA
Criando um repertório jazzístico (parte 1) ( 23/12/2016 )
Blue Monk: melodia + walking bass O jazz é o estilo que há cerca de um século se estabeleceu na cultura norte-americana como fonte de inspiração para músicos, compositores e ouvintes apaixonados por sua ...
LER A MATÉRIA
The Colours of Chloe (Gary Burton) ( 23/12/2016 )
Grandes baixistas, chegamos à última coluna da minha série! Gostaria de deixar claro que, por muitas vezes, apresento coisas que são de certa forma avançadas, de execução difícil. Como ...
LER A MATÉRIA

Assinaturas | Contato | RSS | Bass Player U.S |
© Copyright . 1996 . 2011 | BASSPLAYER.COM.BR - MELODY EDITORA | Todos os direitos reservados | Site desenvolvivo por Gustavo Sazes | Abstrata.net